Portal Jamanxim

Notícias Cidades

Idosa de 93 anos é velada viva dentro de caixão por oito horas

Carolina Lopes de Almeida, de 93 anos, foi dada como morta. Mas os parentes perceberam algo estranho durante o velório

Idosa de 93 anos é velada viva dentro de caixão por oito horas
Caluzinha recebeu um novo velório e foi enterrada Reprodução/Arquivo pessoal
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Carolina Lopes de Almeida, de 93 anos, foi dada como morta. Mas os parentes perceberam algo estranho durante o velório e descobriram que se tratava de um caso de catalepsia.

A "catalepsia" é uma condição transitória na qual o paciente apresenta uma incapacidade na movimentação dos membros, na cabeça ou até na fala. Em alguns casos, podem ser confundidos com a morte, pois a respiração também é afetada.

Um caso desses foi registrado na última sexta-feira (8/10), em Guiratinga, em Mato Grosso, durante o velório de uma mulher identificada como Carolina Lopes de Almeida, de 93 anos. O funeral da idosa precisou ser interrompido após familiares descobrirem que ela estava viva no caixão. 

De acordo com as autoridades, os convidados da cerimônia notaram que o corpo de Caluzinha, como era conhecida, estava quente. Em um primeiro momento, familiares acharam que poderia ser efeito do calor da cidade. Entretanto, um médico foi chamado e constatou que a aposentada, que estava sendo velada há cerca de oito horas, estava viva.

Ela foi encaminhada as presas para o Hospital Oswaldo Cruz, mas não resistiu e recebeu o atestado de óbito novamente do local. Caluzinha recebeu um novo velório e foi enterrada na manhã deste sábado (9/10). O hospital e a família preferiram não se pronunciar sobre o caso.

FONTE/CRÉDITOS: Metrópolis
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem com matéria estaremos respondendo assim que possível ; )