Portal Jamanxim

CASAL ACUSADO DE DOPAR E ESTUPRAR

ADOLESCENTE E SOBRINHA DE 1° GRAU

Imagem de capa
G1
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Uma adolescente de 12 anos precisou ser transferida nesta segunda-feira (11) para o Hospital Municipal de Santarém, no oeste do Pará, após os pais suspeitarem que ela tenha sido dopada e estuprada por um casal na região do Lago Grande.

De acordo com a mãe da adolescente, na noite de sábado (9) a vítima tinha ido dormir na casa da vizinha, que seria prima de primeiro grau. Na manhã do outro dia, devido a demora no retorno para casa, a dona de casa foi atrás da filha e a encontrou dormindo.

A mãe estranhou porque a filha não respondia aos estímulos. "Ela tava pálida, não andava direito. Levei ela pra casa, chamei o pai dela e disse o que estava acontecendo. Perguntei pra ela e ela disse que não lembra de nada, ela só lembra que tomou um pouco de refrigerante e que nessa hora apagou", contou.

Ainda de acordo com informações da mãe a adolescente teria acordado e percebido que estava sem calcinha e apenas com vestido.

A adolescente chegou a ser atendida por um enfermeiro na comunidade antes de ser encaminhada ao hospital. Segundo o coordenador da Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), em avaliação preliminar, a adolescente relatou que estava com dores na região pélvica, dificuldade de andar e apresentava características de dopagem. A vítima deu entrada no Hospital Municipal e deve passar por exames específicos.

O casal, dono da casa onde a adolescente dormiu, foi conduzido pela Polícia Militar nesta segunda-feira à Delegacia Especializada de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Deaca), para ser ouvido.

Fonte

G1-Santarém
  • COMPARTILHE

CASAL ACUSADO DE DOPAR E ESTUPRAR

11/01/2021 18:06


Uma adolescente de 12 anos precisou ser transferida nesta segunda-feira (11) para o Hospital Municipal de Santarém, no oeste do Pará, após os pais suspeitarem que ela tenha sido dopada e estuprada por um casal na região do Lago Grande.

De acordo com a mãe da adolescente, na noite de sábado (9) a vítima tinha ido dormir na casa da vizinha, que seria prima de primeiro grau. Na manhã do outro dia, devido a demora no retorno para casa, a dona de casa foi atrás da filha e a encontrou dormindo.

A mãe estranhou porque a filha não respondia aos estímulos. "Ela tava pálida, não andava direito. Levei ela pra casa, chamei o pai dela e disse o que estava acontecendo. Perguntei pra ela e ela disse que não lembra de nada, ela só lembra que tomou um pouco de refrigerante e que nessa hora apagou", contou.

Ainda de acordo com informações da mãe a adolescente teria acordado e percebido que estava sem calcinha e apenas com vestido.

A adolescente chegou a ser atendida por um enfermeiro na comunidade antes de ser encaminhada ao hospital. Segundo o coordenador da Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), em avaliação preliminar, a adolescente relatou que estava com dores na região pélvica, dificuldade de andar e apresentava características de dopagem. A vítima deu entrada no Hospital Municipal e deve passar por exames específicos.

O casal, dono da casa onde a adolescente dormiu, foi conduzido pela Polícia Militar nesta segunda-feira à Delegacia Especializada de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Deaca), para ser ouvido.

Fonte: G1-Santarém

Inscreva-se Newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter e receba em primeira mão nossas novidades!
[CARREGANDO...]

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )