Portal Jamanxim

Notícias Curiosidades

Carta de pai para colégio reclamando de formatura em dia de final da Libertadores viraliza: 'Disparate'

Pai planejava ir a Montevidéu assistir à partida entre Flamengo, time do coração, e Palmeiras

Carta de pai para colégio reclamando de formatura em dia de final da Libertadores viraliza: 'Disparate'
Reprodução
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Uma carta aberta de um pai de um aluno à direção do colégio onde o filho de seis anos estuda tem viralizado nas redes sociais e provocado polêmica. Anderson Martins, autor do documento, reclama da decisão do Colégio Liceu, de Brasília, de marcar para 27 de novembro a formatura da turma da qual seu filho faz parte. A data coincide com a final da Taça Libertadores da América, que será disputada entre Flamengo e Palmeiras.

Em uma carta-resposta, a escola critica a atitude do pai (veja a íntegra no final do texto).

Anderson é sócio do Flamengo e concorre para o conselho do clube na eleição de dezembro. Mesmo sem saber disso, muitos dos internautas consideraram a carta uma peça de marketing, apenas para "lacrar" e a criticaram. O texto inflamado, no entanto, também recebeu apoio nas redes sociais. O que é mais importante: a formatura do filho ou a final do campeonato? Em resposta, outros torcedores nas redes sociais se solidarizaram e contaram que também tentam driblar casamentos e outros eventos importantes.

"Minha filha vai se casar dia 27/11 às 19h30. O jogo é às 17h. Vai ser uma correria só para chegar à igreja. Vou ter que assistir ao jogo de terno", diz um internauta. "Em 2019 uma prima da minha esposa marcou um churrasco com a família inteira. Perguntei se iam colocar uma TV pra ver o jogo. Disseram que sim. Uma hora e meia antes da partida nenhuma TV havia sido ligada. Falei com minha esposa que estava indo embora e fui pra casa", conta outro.

Houve criticas também ao estilo e à concordância ("meus neurônios lançou"), mas a principal dúvida era se o pleito da carta - a mudança de data - será atendida pelo colégio.

"Fui surpreendido com a informação que a solenidade de formatura do Colégio Liceu foi marcada para o dia 27/11/2021", diz. "'Disparate total dessa escola!'. E até agora não encontrei outro termo para descrever tamanha desatenção", afirma o documento.

Segue-se uma escalada de insatisfação: "Há mais de 3 meses, todo ser humano no planeta sabe - ou deveria saber - que no dia 27/11/2021 acontecerá a partida da final da Taça Libertadores da América. A competição de futebol mais importante do continente sul-americano. Com um quesito especial a mais: a disputa se dará entre dois clubes brasileiros. Os dois clubes mais ricos de todo o continente e apenas a primeira e a quarta posição no ranking de maiores torcidas do Brasil, respectivamente Flamengo e Palmeiras", complementa.

Procurado pelo g1, Anderson diz que decidiu enviar a carta também ao estabelecimento, mas afirma que não obteve resposta. Ele revela que está em dúvida sobre o melhor caminho a seguir. Mas pende para a família.

"Sinceramente ainda não sei. Por mim, eu iria assistir ao Flamengo. O mais importante na educação é o conhecimento e isso ele [filho] já absorveu. A solenidade de formatura é subterfúgio, mas minha esposa está em conflito. Valoriza muito esses momentos! 'Flamengo é maior que tudo e todos', mas no final ela será o fiel da balança e eu ainda quero viver muito e ao lado dela", diz.

"Somos uma família rubro-negra Eu (41), minha esposa Wilma (40), nossa filha Michelle (24) e Miguel. Sempre acompanhamos o Flamengo em jogo de final. Estivemos em Doha, em 2019, e estávamos prontos para Montevidéu", diz. Martins afirma que recebeu bastante solidariedade nas redes sociais, mas que isso não foi acompanhado de atitudes concretas.

"Foram muitas reações de joia, palmas, parabéns, legal etc, mas não teve manifestações adesistas no sentido de ajustar-se para mudar a data, por exemplo, e algumas manifestações dos secadores com alguma brincadeira anti-Flamengo, é claro."

Procurado pelo g1, o Liceu decidiu fazer uma carta-resposta. Leia:

"Prezado senhor Anderson Martins,

É com grande satisfação que agradecemos ao portal g1 pela oportunidade de responder à carta aberta de sua autoria, oportunidade esta que não nos foi dada anteriormente, haja vista que o senhor sequer procurou a escola para dialogar a respeito de sua insatisfação para com a data da primeira formatura do seu filho. Preferiu recorrer à comunidade do Twitter, cuja competência para ajudá-lo na questão foge ao nosso entendimento.

Cabe destacar aqui que um mero bilhete enviado via agenda escolar do estudante lhe teria poupado o trabalho, pois ao senhor seria sinalizado que o horário da formatura será às 8h30, conforme comunicado enviado no dia 25/10 e informações prestadas na reunião de pais realizada, mas que infelizmente o senhor não compareceu. Tendo em vista que o jogo está marcado para as 17h do mesmo dia, acreditamos que o senhor terá tempo hábil para assistir a ambos os eventos.

Apesar disso, toda essa discussão suscitou uma questão extremamente relevante, e nós, enquanto educadores, nos sentimos no dever de assinalar. Não cabe a nós interferir ou sequer opinar a respeito dos ensinamentos que cada família transmite a suas crianças sobre o que é prioritário em suas vidas, portanto, o assunto de que trataremos não está relacionado ao futebol e a sua importância, a qual reconhecemos e ensinamos na escola, mas à questão do respeito ao próximo e à capacidade de resolução pacífica de conflitos.

Nós do “Planeta Liceu” nos empenhamos todos os dias em fazer da educação brasileira muito mais do que apenas um conjunto de componentes curriculares obrigatórios previstos pela legislação. Prezamos pela formação de cada um de nossos estudantes como pessoas que praticam o respeito ao próximo em cada atitude do dia a dia, independentemente de suas frustrações e, tão importante quanto, as capacitamos para que estejam emocionalmente preparadas para lidar com os conflitos e insatisfações normais da vida.

É por esse motivo que aproveitamos a oportunidade que nos foi dada para fazer um apelo a todos os pais a quem esta reportagem alcançar: pais, vocês são o maior exemplo dos seus filhos, não percam a oportunidade de mostrar a eles os adultos que podem ser.

Não é papel da escola concordar ou discordar dos motivos da insatisfação que gerou essa situação, mas nós discordamos veementemente da forma como o assunto foi tratado. Temos visto, como mais frequência a cada ano que se passa, crianças se tornando adultos emocionalmente frustrados por não saberem resolver os seus conflitos, partindo para o apelo ilusório intermediado pelas redes sociais para alcançar uma comoção midiática quando lhes falta preparo emocional para lidar diretamente com o problema e resolvê-lo e, muitas vezes, recorrendo à utilização de falas difamatórias em substituição à razão que não lhes assiste.

Diante disso, não podemos discordar do grande educador Augusto Cury quando ele nos diz que “bons alunos aprendem a matemática numérica, alunos fascinantes vão além, aprendem a matemática da emoção, que não tem conta exata e que rompe a regra da lógica. Nessa matemática você só aprende a multiplicar quando aprende a dividir, só consegue ganhar quando aprende a perder, só consegue receber, quando aprende a se doar”.

Cordialmente,

Colégio Liceu"

FONTE/CRÉDITOS: G1
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem com matéria estaremos respondendo assim que possível ; )