Portal Jamanxim

Notícias Cidades

Vídeo: Juíza é flagrada beijando homem que foi condenado à prisão perpétua

Em nota, o Superior Tribunal de Justiça afirmou que considera o homem um criminoso de alta periculosidade.

Vídeo: Juíza é flagrada beijando homem que foi condenado à prisão perpétua
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

No início deste ano, foi revelado o registro de uma juíza que foi flagrada aos beijos com um homem que ela mesmo havia ajudado a condenar pela morte de um policial, morto em 2009. O assassinato aconteceu na cidade de Trelew, na Argentina.

De acordo com o jornal La Nación, a magistrada identificada como Mariel Suárez integrou a Corte que julgou e condenou o homem identificado como Cristian Bustos, no último dia 22 de dezembro. Ele matou um policial na sala de visitas de uma penitenciária. No entanto, apesar de ajudar a condenar o amante, Mariel votou por não sentenciá-lo à prisão perpétua.

O caso com o detento foi descoberto apenas no último sábado, 1. Em declaração ao jornal argentino, a juíza se defendeu e disse que o vídeo fazia parte de um experimento acadêmico que fazia com colegas: "Sou assim naturalmente, sou uma pessoa muito sociável. Não estou fingindo, me relacionei com um detento por assuntos profissionais", disse, negando qualquer vínculo amoroso com o condenado.

Em nota, o Superior Tribunal de Justiça afirmou que considera o homem um criminoso de alta periculosidade. A Corte também informou que irá avaliar as sanções contra Mariel. Nas redes sociais, internautas pressionam a magistrada para que ela renuncie ao cargo.

 

FONTE/CRÉDITOS: Com informações do La Nacion
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem com matéria estaremos respondendo assim que possível ; )