Portal Jamanxim

JOVEM DE 16 ANOS MORRE EM MOTEL

DURANTE O ATO SEXUAL PASSOU MAL

Imagem de capa
Reprodução
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A morte da jovem de apenas 16 anos que morreu após se encontrar com um homem de 29 anos em um motel repercute nacionalmente e o rapaz resolveu falar neste sábado (23). A causa do óbito foi apontada como hemorragia.

Lucas de Nascimento Carvalho concedeu uma entrevista para um canal de comunicação e revelou mais detalhes do que teria acontecido no momento da morte da adolescente.

Lucas disse que combinou de ir ao motel com a jovem através de WhatsApp e que os dois já se conheciam há pelo menos oito anos, ou seja, Lívia tinha 8 anos e ele 21.

Lucas disse que foi buscar a jovem de carro na casa dela. Ao chegarem no local, iniciaram a relação. Ele alega que tudo foi feito com consentimento.

Segundo Lucas, durante o ato sexual a jovem teria começado a passar muito mal e a sangrar bastante. Com isso, ele teria imediatamente gritado por socorro e pedido por ajuda na recepção.

Ao perceber que nenhuma atendente estava presente, ele mesmo resolveu tomar uma atitude e levar a jovem para a unidade de saúde mais próxima.

Ele conta que no carro a adolescente ainda tinha seus batimentos cardíacos. Mas, ao dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), ela já chegou sem os sinais vitais.

Fonte

Foi notícia
  • COMPARTILHE

JOVEM DE 16 ANOS MORRE EM MOTEL

24/01/2021 11:23


A morte da jovem de apenas 16 anos que morreu após se encontrar com um homem de 29 anos em um motel repercute nacionalmente e o rapaz resolveu falar neste sábado (23). A causa do óbito foi apontada como hemorragia.

Lucas de Nascimento Carvalho concedeu uma entrevista para um canal de comunicação e revelou mais detalhes do que teria acontecido no momento da morte da adolescente.

Lucas disse que combinou de ir ao motel com a jovem através de WhatsApp e que os dois já se conheciam há pelo menos oito anos, ou seja, Lívia tinha 8 anos e ele 21.

Lucas disse que foi buscar a jovem de carro na casa dela. Ao chegarem no local, iniciaram a relação. Ele alega que tudo foi feito com consentimento.

Segundo Lucas, durante o ato sexual a jovem teria começado a passar muito mal e a sangrar bastante. Com isso, ele teria imediatamente gritado por socorro e pedido por ajuda na recepção.

Ao perceber que nenhuma atendente estava presente, ele mesmo resolveu tomar uma atitude e levar a jovem para a unidade de saúde mais próxima.

Ele conta que no carro a adolescente ainda tinha seus batimentos cardíacos. Mas, ao dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), ela já chegou sem os sinais vitais.

Fonte: Foi notícia

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )